As famosas plaquinhas que afirmam: "Jesus breve voltará"

         É muito comum você andar pelas ruas de Porto Alegre ou das cidades da Região Metropolitana e Vale dos Sinos e se deparar com uma placa pregada em um poste com o seguinte dizer: "Jesus Breve Voltará". Este ato de fé já foi alvo de inúmeros questionamentos e teorias devido ao seu misterioso surgimento. Quem as pregou? Como é possível haver tantas placas em tantos lugares e ninguém nunca ter visto quem as colocou lá? A proliferação destas mensagens acabou por virar uma das mais questionadas lendas urbanas do Rio Grande do Sul.

         Por serem todas com a mesma grafia e formato, e estarem localizadas dentro do território gaúcho, conclui-se que foram todas feitas por uma única pessoa. Caso você nunca tenha visto uma destas placas, confira a imagem de uma abaixo:



O SUSPEITO
         Entre as teorias existentes, é possível ouvir falar sobre seitas, novos apóstolos e até sobre alienígenas espalhando a mensagem por aí, mas a mais convincente é a de quem conta que já viu ou ouvir falar de um senhor de idade, autor das placas.
         O maior "suspeito" é um homem de 80 anos, supostamente morador de Canoas, que diz ter pregado mais de 16 mil placas em 23 cidades do RS. Conforme relatos, ele diz que nunca dependeu de apoio financeiro para confeccionar e espalhar as mensagens e que não mantêm relação alguma com igrejas.
         "O intuito é avisar as pessoas que Jesus breve voltará (...) Pessoas que roubam e fazem mal talvez não saibam que têm pouco tempo para se arrepender.", afirma.



RECONHECIMENTO RELIGIOSO

         Outra possível responsável pela proliferação das placas, muito citada pelas pessoas, é a igreja Assembléia de Deus. Porém seus representantes negam e dizem não serem os idealizadores e que não conhecem quem as faz, mas que reconhecem como de grande relevância o seu trabalho para o credo das pessoas.


O PRINCÍPIO DO FIM

         Independente do responsável pelas placas e de suas intenções, ninguém pode negar que a campanha não poderia ter resultado melhor. Ela vêm tomando conta da imaginação das pessoas há anos e sendo recorrente até em conversas de bar, onde são criadas as teorias mais improváveis, como a de que elas teriam sido feitas pelo próprio Jesus.
         A lenda urbana das placas, assim como diversas outras, acabou, naturalmente, esvaziando-se de seu significado original e passou a fazer parte da cultura popular da região. Por isso, não se preocupe caso leia em algum lugar que "Jesus breve voltará", afinal não estamos no fim dos tempos, mas, sim, no princípio dele.



Compartilhar no Google Plus

Autor Diibep

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo no html
    Blogger Comentarios

0 COMENTE:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial